Posts

Planilha do Curso Guia Pratico da Saude Financeira

Quer começar a controlar seus gastos? O Curso Guia Pratico da Saude Financeira vai lhe dar uma ajudinha e tanto, através da exclusiva planilha que você pode baixar gratuitamente clicando aqui.

Lá você encontrará campos adaptáveis à sua realidade, onde basta inserir o valor dos seus custos e despesas para obter automaticamente o resultado. E você não ficará somente olhando para o documento preenchido, sem saber o que pode ser corrigido e como melhorar sua eficiência neste controle de gastos. Isso porque a planilha compara o desempenho e a distribuição dos gastos de sua família com os mais recentes e equivalentes dados do IBGE. Ou seja, se está gastando demais no supermercado em comparação à média das famílias brasileiras com renda equivalente a sua, a planilha informará isto no resultado e você então saberá por onde começar a controlar. 

Além disso, para cada resultado “negativo” (sinal amarelo ou vermelho), haverá um texto correspondente com dicas de como melhorar naquele tópico. Tudo para que você realmente consiga manter sua saúde financeira. Aproveite!


Por Fernanda Guimarães

É amanhã que você vira a chave!

A
primeira vez que disse isso numa palestra foi marcante. As pessoas olhavam
incrédulas com a minha objetividade e o interesse aumentou para, atentamente,
todos ouvirem a explicação. E a motivação é bastante simples e começa com a
seguinte questão: com qual critério você paga suas contas? Mesmo quando o dinheiro
dá para quitar todas, será que não há despesas demais? E quando é preciso optar
e colocar em ordem, porque não há dinheiro suficiente para tudo, para qual
dívida devemos dar prioridade? Critérios técnicos são essenciais para
colocar uma hierarquia nas dívidas de forma inteligente.
Saber exatamente quanto
você dev
e, para quem e qual o custo desta dívida é o primeiro passo para sair
do endividamento. Como se aprende isso? Qual conta deve ser paga primeiro?

Não
tenho a pretensão de passar toda minha experiência de 14 anos de consultoria em
solução de dívidas nesse único texto. E meu objetivo aqui nem é esse. O que
quero é instigá-lo a pensar sobre a sua vida financeira. Arrisco-me a apostar
que há sempre como melhorar e, mais que isso, garanto a vocês que há sim como
sair das dívidas.
É possível
obter disciplina e motivação para conseguir o equilíbrio financeiro. Saiba que
não se resolverá o futuro se não se dominar o presente e, para isso, é
fundamental ter uma relação saudável com o dinheiro. Lidar com os seus
credores, os indesejáveis telefonemas de cobrança e as cartas com ameaças será
tranqüilo se você tiver amparo e entender como tudo isso funciona


O que é exatamente a SERASA e o SPC, e o que
é preciso fazer para tirar o nome desses órgãos de restrição ao crédito?

Entenda o que são juros e encargos e, então, aprenda a analisar quando um
empréstimo é melhor que outro. Em cada área de nosso orçamento, acredite,
inúmeras são as tarifas que são pagas sem necessidade.  Nos bancos, na compra do carro, nas escolas, nas
lojas, no cartão de crédito e até mesmo no plano de saúde há muitas formas de
reduzir gastos através do corte de tarifas abusivas e ilegais, que muita gente
boa costuma pagar sem reclamar. Você sabia que a cobrança de taxa de matrícula
é ilegal? E que a cesta de serviços bancários de sua conta corrente pode ser
isenta todos os meses?
Quer parar de pagar tudo isso? Quer economizar até 3 mil
reais num ano sem deixar de fazer nada do que gosta?
E acrescento que essa
minha conta foi comprovada por diversos jornais e rádios nacionais, como a
Gazeta do Povo e o Estadão.
É verdade que é possível obter um desconto de 90% sobre o valor de uma dívida?
Pagar apenas 10% de tudo que você deve poderia resolver sua vida financeira?
O
que é preciso fazer para conseguir isso? Basta dar o primeiro passo! Tenha
interesse sobre o assunto e busque informação de qualidade, aquela realmente
capaz de fazer essa diferença no seu bolso. Então mais um compromisso: no Curso
Guia da Saúde Financeira todas essas perguntas e
outras igualmente interessantes
serão respondidas, em 7 passos simples, que transformarão dicas em técnicas
eficazes para auxiliá-lo na conquista de seu sucesso financeiro
.
Para saber mais, acesse o site do Workshop no Movimento Perfeito ou entre em contato pelo e-mail atendimento@movimentoperfeito.com.br ou pelos telefones:  (51) 3062.3864 e (51) 9935. 5189.
Por Fernanda Guimarães

Curso Saúde Financeira

Participe da Promoção da BAND e venha para o Curso Guia da Saúde Financeira!

Equilíbrio e prosperidade nas finanças em apenas sete passos é a proposta do curso “Guia Prático da Saúde Financeira”, que será ministrado no próximo dia 27 de agosto no auditório da AMRIGS, pela advogada Fernanda Guimarães e pela psicóloga Rosalia Schwark. Com cinco horas de duração, o encontro se propõe a revolucionar crenças sobre dinheiro e patrimônio, ensinando técnicas de organização de despesas e dívidas. 


“Não há como resolver o futuro sem dominar o presente. É com critérios técnicos que se coloca hierarquia nas dívidas, para livrar-se delas”, afirma Fernanda Guimarães, especialista em Direito do Consumo e autora do blog “Diário de Consumo”.

“Quando se tem crenças e atitudes limitantes com o dinheiro, o dinheiro é limitado em nossas vidas”, acredita Rosalia Schwark, psicóloga e idealizadora do projeto Movimento Perfeito. 

O evento ocorre das 13h às 18h, com inscrições prévias pelo telefone (51) 3062.3864. O pagamento do curso já faz parte do aprendizado: o valor de 100 reais da inscrição pode ser negociado em até quatro vezes.

Clique na imagem para participar da promoção da BAND



Quer garantir sua vaga sem custo algum? Inspire-se, participe da promoção e boa sorte! Clique aqui para ir ao site e preencher seu cadastro. 



Por Gabriela Maslinkiewcz

Como Reduzir Gastos – Oitavo Passo: SERVIÇOS PESSOAIS

Manter uma boa aparência não é tarefa fácil nem barata. Muitas mulheres chegam a gastar metade de sua renda indo a clínicas de estética, manicure, pedicure, depilação, cabeleireiro, academia. De acordo com o IBGE, os gastos com cabeleireiro e manicure ficam com 0,8% de uma renda familiar, superando até os gastos com educação (0,6%).

Os brasileiros são famosos pela vaidade. Nos últimos 3 anos, o mercado da beleza movimentou cerca de R$ 25 milhões, sendo que 24% deste faturamento está diretamente ligado aos cuidados com os cabelos. Também vale lembrar que o Brasil é o terceiro maior consumidor de produtos de higiene e beleza do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e Japão.

Outro exemplo de gasto com estética é a academia. Praticar esportes e exercitar o corpo é essencial à saúde, porém, para manter o equilíbrio do corpo e do bolso, é essencial saber avaliar os pacotes de atividades oferecidos pelas academias e o custo real de cada uma delas, evitando uma decisão impulsiva. Independentemente da análise das atividades a serem escolhidas, é essencial buscar alternativas antes de optar por uma academia. Nem sempre a mais famosa oferece as melhores opções de pacotes e aulas para o seu perfil e as diferenças de mensalidades de um local para outro de mesma qualidade podem ser surpreendentes.
Quando a mulher faz as contas do que gasta em moda e beleza, muitas vezes percebe que pequenos detalhes acabam sendo os maiores motivos do rombo no orçamento no final de mês. Para arrumar isso, ela deve fazer uma análise do que pode ser eliminado, substituído ou reduzido. 
Para isso siga algumas dicas da advogada Fernanda Guimarães para ficar bonita sem espremer o orçamento de casa.
1 – Bronzeamento artificial? Alem de ser prejudicial à saúde, dói no bolso. Onde você mora não tem sol? Clube? Praia? Piscina? Casa de amigo? Laje? Procure o seu lugar ao sol e não pague por ele.

2 – Ir ao salão para rever as amigas e conversar tudo bem, mas para fazer as unhas em momentos de crise financeiras não é uma boa escolha. Essa é a hora de apertar o cinto, chamar a amiga que sabe fazer as unhas e convidá-la para uma visita em sua casa. Às vezes, a qualidade do trabalho não fica igual ao resultado obtido em salão de beleza, mas a economia alcançada pode ser significativa no final do mês. Não abre “mão da mão”? Ao menos reduza o número de vezes do serviço de manicure por mês. R$ 15,00 reais a menos por mês, em 5 anos, dá mais de 1 mil reais se deixados na cadernete de poupança (uma aplicação considerada ruim)!

3 – Se mesmo assim não conseguir resistir e decidir ir ao salão toda semana, feche pacotes de serviços. Certamente será melhor para o salão baixar os preços e manter você como cliente do que ficar sem sua visita. A opção vale à pena para ambos os lados, pode acreditar. 

4 – Cosméticos de qualidade estão cada vez mais acessíveis, se você é uma viciada por marcas ou acha que seu cabelo não agüenta tinturas de farmácia ou shampoos populares, basta procurar na internet outlets e lojas especializadas. É possível manter a qualidade do produto sem depender da mão do cabeleireiro. Ou o mais importante: pagando menos por eles! Tente a Sacks e a Strawberry.

5 – Na academia, vamos confessar que a maioria das pessoas não tem tempo para freqüentar todas as aulas “inclusas” no pacote escolhido. Uma opção é apostar em pacotes básicos e freqüentar de forma experimental algumas opções de aula antes de efetuar a matrícula.
6 – Outro ponto importante é lembrar que um contrato semestral ou anual de academia, apesar das vantagens econnômicas, pode acabar se transformando em peso morto no orçamento. Se vc é disciplinada ou já tem o hábito de ir à academia, opte pelos contratos mais longos, cujo valor fica reduzido. Ainda vai testar ou pode ser empolgação de início de “projeto verão”? Comece com no máximo 3 meses de contrato.

Por Gabriela Maslinkiewicz

Como pagar todas as contas em janeiro?

IPVA, IPTU, matrícula escolar, anuidade de conselhos de classe. Todas essas despesas parecem que estão mancumunadas para que tenhamos que apertar os cintos no início do ano. O número de despesas em janeiro é grande e por isso a solução é a organização.

A primeira coisa a se fazer é uma lista com todas as despesas. Procure priorizar as contas com taxas de juros mais altas. Separe por períodos de vencimento: início do mês (do dia 1 ao dia 09), metade do mês (do dia 10 ao dia 19) e final do mês (20 a 30). Além das contas extras do primeiro mês do ano, contas de despesas essenciais, como água, luz, telefone, condomínio e transporte se mantêm. Para facilitar a organização, publicamos o post Ainda novato no controle do seu orçamento?, que tem uma sugestão de planilha que você pode baixar e utilizar durante o ano todo.
Organizar os gastos é sem dúvida uma forma muito eficiente de manter o equilíbrio financeiro e evitar endividamento. Não há economista que discorde. Isso porque o planejamento permite que o consumidor tenha uma percepção mais clara de para onde vai o seu dinheiro e, dessa forma, auxilia no corte de gastos e na criação de reservas financeiras.

Mas não é preciso ficar neurótico, anotando tudo e passando horas em cima de planilhas. Basta que você faça um controle, por 3 meses, de forma mais precisa. Assim será possível fazer uma média de gastos (somar os valores dos 3 meses e dividir por 3), com a qual se conseguirá estipular metas e planejar despesas durante todo o resto do ano.

Como pagar todas as contas?

Adoramos solucionar todas as questões levantadas aqui no blog, mas esta resposta, vamos combinar, não é nada fácil. Mesmo assim, conseguimos preparamos um passo-a-passo que garante boas perspectivas:

1 – Contabilizar o quanto você ganha e o quanto gasta durante o mês. Faça a planilha sugerida ou qualquer tipo de anotação onde você consiga se entender;

2 – Verificar qual a melhor maneira para pagar cada uma dessas contas “extras” de início de ano. No caso do IPTU, o consumidor que possuir o dinheiro para pagar à vista, o mais recomendável é que o faça. São em torno de 20% de desconto e nenhuma aplicação chegará próximo a isso. Mas se não há possibilidade de pagar o valor total do imposto de uma só vez, o jeito é parcelar mesmo e comprometer-se com este pagamento. Inadimplência de impostos é coisa séria e, assim como a taxa do condomínio, pode lhe tirar o imóvel por dívida na Justiça. Já o IPVA, vale a pena pagar à vista somente nos casos em que o desconto for superior a 8%. Ou seja, tem dinheiro, pague à vista se o desconto for interessante. Não tem dinheiro ou o desconto é muito pequeno, parcele. Aplique o dinheiro se for o caso, para recuperar o desconto perdido.


3 – Não contraia uma dívida para pagar o valor inteiro dessas despesas, mesmo que o desconto seja alto. Esqueça a idéia de tirar um empréstimo para pagar à vista o IPTU e o IPVA. Não compensa.
4 – Para quem tem crianças ou adolescentes em idade escolar, a preocupação agora é também com a matrícula e o material escolar. Como muitas escolas não dão a opção de parcelar a matrícula, o jeito é consumidor é economizar na compra do material escolar e noutras áreas. Mas vale ainda tentar negociar com a instituição de ensino um parcelamento. Exponha sua situação financeira e peça esta gentileza. É comum algumas escolas concederem isso.
Por Fernanda Guimaraes

Como Reduzir Gastos – Quarto Passo: HIGIENE E CUIDADOS PESSOAIS

Com o tempo é possível notar uma mudança substancial nas prioridades das finanças familiares: além de gastar mais com saúde e educação, os cuidados com higiene e beleza acabam ocupando posição importante dentro do orçamento. Tanto isso é verdade que o gasto das famílias brasileiras nesta área foram os que mais aumentaram nos últimos 12 meses (de acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares, o POF). Especialistas explicam que por conta da crise as pessoas passaram a fazer tratamentos deste tipo em casa ao invés de ir a estéticas, por exemplo.
Além disso, não podemos esquecer que estamos em uma era do artigo de luxo e isso afeta, de certa forma, todas as classes. A Classe C está cada vez mais investindo em artigos não prioritários, e com a facilitação do crédito, itens como passagens de avião e perfumaria tornaram-se mais presentes em suas listas. Enquanto isso, as Classes A e B buscam o diferenciado e exclusivo, que no Brasil significa, na maioria das vezes, o importado!

Para investir em si sem pesar no bolso, aqui vão algumas dicas da Fernanda Guimarães:

1 – Perfumes bons são caros. Mas tem como ficar cheiroso sem precisar comprar perfumes importados. Procure outros perfumes nacionais mais em conta. Quem sabe você não encontra um que tenha uma fragrância irresistível para você e para o seu bolso.

2 – A maquiagem, apesar de “item de primeira necessidade” para muitas mulheres, pode pesar no orçamento se sua compra não for bem estudada. O prazo de validade desses produtos no exterior é muito maior do que aquele que será colocado na embalagem ao entrar no Brasil. Por quê? Por uma série de questões legais e de regulamentação do setor (leia mais clicando aqui). Mas aonde queremos chegar com isso? Pois bem, sabe aquelas ofertas de saldão nas lojas quando os prazos de validade estão quase vencendo? Compre sem medo! Em especial produtos como sombras, blush, pincéis, batons e pós. A única restrição são as bases que, por conterem ativos que ficarão diretamente na pele, merecem uma atenção especial. 

3 – Usar uma marca de maquiagem importada e ainda ganhar dinheiro com isso é possível. Adora cosméticos e passaria o dia em função dessas maravilhosas novidades? Existem empresas, como a Mary Kay por exemplo, que trabalham no sistema de “consultoras de vendas”. Em resumo: você poderá comprar sua maquiagem com até 40% de desconto e ainda aproveitar para vender para seus amigos e colegas. Conheço pessoas que começaram comprando para si e hoje recebem mais de 10 mil reais por mês fazendo desta paixão uma ótima fonte de renda.


4 – Já pensou em comprar perfumes e maquiagem pela internet? Hoje as lojas desse setor estão entre as campeãs de vendas pela web, por uma única razão: o preço! Realmente são menores do que os praticados na maioria das lojas físicas. Está em dúvida sobre a cor? Teste numa loja, anote a referência e depois pesquise na internet. Recomendo a Sacks para iniciar nas compras virtuais de cosméticos. Só atenção para as lojas que não estão no Brasil. Apesar de tentadores os preços, é provável que você tenha que amargar com o pagamento de quase 80% de impostos de importação. Se mesmo assim valer à pena, pesquise a credibilidade da loja nos blogs e sites sobre o assunto. Aproveite tudo o que a internet pode proporcionar, desde os preços tentadores, até os comentários de outros consumidores sobre os produtos e as lojas.


Por Gabriela Maslinkiewicz

Money Mulher Porto Alegre

Aconteceu nos dia 01 e 02 de dezembro, em Porto Alegre, a edição final do circuito Expo Money 2010. Foram mais de 15 palestrantes de todo o Brasil dividindo conhecimentos sobre investimentos e dívidas para mais de 2000 pessoas.

No espaço Money Mulher, pelo qual passaram quase 500 pessoas ao longo dos 2 dias de evento, Fernanda Guimarães participou do debate “Dúvidas, consumo e seu futuro financeiro”, do workshop “Avalie sua Saúde Financeira”, além de apresentar suas palestras “A Informação que faz Diferença no seu Bolso”, “Os direitos a seu favor nos finanças” e “Saúde Financeira – Suas dívidas com 90% de Descontos”.

Em breve maiores informações sobre o lançamento do Diário de Consumo na Expo Money Porto Alegre.

Por Gabriela Maslinkiewcz

Expo Money Porto Alegre – Clínica Financeira

Chega essa semana à capital gaúcha a Expo Money 2010, o maior evento de educação financeira e investimentos da América Latina, em sua 5ª edição.  Que você pode se inscrever aqui e aproveitar as palestras e workshops.
A advogada Fernanda Guimarães participará mais uma vez com suas palestras sobre Saúde Financeira, que procuram informar e educar o público em assuntos como gerenciamento de renda, renegociação de dívidas e direitos do consumidor. Entre as seis participações previstas, estão as palestras: A Informação que faz Diferença no seu Bolso e Suas Dívidas com 90% de Desconto.

Com palestras e exposição gratuitas, a Expo Money é voltada para as pessoas interessadas em aprender a cuidar das finanças pessoais ou aperfeiçoar conhecimentos sobre o mercado financeiro e de investimentos. Não é preciso entender de finanças para participar, já que o evento possui palestras para todos os níveis de conhecimento. Abaixo a grade de palestras do espaço Money Mulher.


Uma novidade da edição de Porto Alegre do evento será a Clínica Financeira, um serviço inédito e gratuito que ajudará o visitante a organizar as suas finanças pessoais, sair do endividamento e escolher os melhores
investimentos
. Nele, será possível ter um atendimento personalizado de 25 minutos sobre a gestão das suas finanças e a melhoria da sua qualidade de vida. 


O visitante será atendido de forma individualizada por um consultor financeiro ou palestrante, como as autoras do Diário de Consumo e consultoras em renegociação de dívidas Fernanda Guimarães e Marcela Savonitti. O serviço tratará principalmente de temas ligados a
crédito, dívidas, patrimônio e investimentos. É importante que os interessados levem todas as
informações das finanças, como extratos de bancos e de investimento.

O atendimento pode ser agendado previamente pelo site ou ainda pessoalmente durante o evento. Não deixe de participar e dar o primeiro passo ao encontro da harmonização de sua saúde financeira.

5ª Expo
Money Porto Alegre
Local: Centro
de Convenções PUC-RS
Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 41
01 e 02 de Dezembro – 13h às
21h30
Informações
e inscrições: www.expomoney.com.br


Por Gabriela Maslinkiewicz

Primeiro dia da Expo Money Rio teve grandes novidades

De acordo com Fabiane Abel, da Equipe Expo Money, o primeiro dia da edição Rio de Janeiro superou as expectativas. Entre as novidades esteve a estreia do espaço Money Mulher e a palestra do coreografo Fly, da Rede Globo, que já haviam feito grande sucesso em São Paulo.


Como um grande destaque, o “Painel Dívidas e Consumo” lenvantou importantes questionamentos sobre a relação com o dinheiro. Mediado pela jornalista Chrystiane Silva, da Você S/A, a psicanalista Márcia Tolotti e a advogada Fernanda Guimarães debateram sobre o assunto.

“Saber negociar com o gerente do banco é o caminho para reduzir as cobranças de tarifas”, destacou Fernanda Guimarães.


O evento continua hoje e terá a palestra “Os direitos do Consumidor a seu favor”, com Fernanda Guimarães, no Money Mulher, “A mente de uma investidora”, com Márcia Tolotti, “Dívidas Sexualmente Transmissíveis, com Eliana Bussinger e “Aposentada ficava sua avó”, com a jornalista e escritora Mara Luquet. Quem quiser participar ainda dá tempo, o evento acontece até às 21h30!

Você pode acompanhar a Expo Money pelo Blog oficial e pelo twitter.

Por Gabriela Maslinkiewicz