Posts

Consumidor consciente: como gastar bem e economizar

Você já se deparou com uma promoção que se tornou um verdadeiro presente de grego ou simplesmente aquele produto que aparentemente seria muito útil acabou ficando guardado no fundo do armário?

Segundo especialistas em finanças, é possível guardar mais de R$350 por ano em compras no supermercado, se o consumidor estiver atento a algumas dicas. Nesse sentido, o primeiro passo é fazer a lista de compras e segui-la a risca, já que é fácil levar produtos excedentes ao necessário. Por outro lado, preste atenção no prazo de validade principalmente ao comprar mercadorias em promoção para evitar que estraguem antes de serem consumidas. Mas não hesite em reclamar se encontrar um produto estragado com a data dentro da validade! O estabelecimento comercial tem a obrigação de trocar o produto ou devolver o dinheiro imediatamente.

Faça e siga a lista de compras

Outra maneira de economizar no supermercado é evitar o desperdício. Se você precisa somente de 1kg de maçã, porque levar a mais e arriscar a jogá-las fora antes do final da semana? Além disso, resista à tentação e compre somente produtos da estação que são mais baratos e, em geral, qualquer receita culinária tem opção de alimento substituto.
Por último, adquirir semanalmente é mais vantajoso para o consumidor, pois geralmente tendemos a levar somente o necessário. Se as compras são mensais, a chance de encontrar mantimentos estragados no armário aumenta substancialmente.

LIQUIDAÇÕES – tentação difícil de resistir não é? E realmente devem ser aproveitadas, já que o consumidor tem a chance de adquirir produtos de qualidade por um preço mais acessível. Porém, é bom se perguntar “eu realmente necessito de duas peças semelhantes?”.

A palavra-chave do consumidor consciente em caso de promoção é adquirir somente peças básicas, já que você usará no ano seguinte e ficar longe dos artigos que estão na moda e provavelmente serão completamente old fashioned em alguns meses.
Por outro lado, com alguém que visa evitar dívidas desnecessárias, outra dica é evitar o cartão de crédito quando você for às compras. E se possível, leve à vista pois, é mais fácil conseguir descontos maiores no valor das mercadorias.
Porém, quando não houver liquidação nem desconto? Não existe regulamentação que obrigue o lojista a vender mais barato, mas você também não tem a obrigação de comprar neste local, por isso, tente negociar, sempre!

Não sabe o que fazer com a câmera digital que você comprou mesmo sem precisar? Tem alguns vinis raros, mas que não cabem mais no apartamento? É claro que uma boa ação pode ser feita através de doação, mas outra dica legal é tentar negociar aqueles produtos que mas não lhe servem mais. Vai render um dinheiro e sobrar mais espaço não é?

ECONOMIZE! – Lembre-se de que o segredo da riqueza ou pelo menos da segurança financeira é guardar antes e comprar depois de acordo com 10 a cada 10 especialistas em finanças pessoais. Para isso, pode ser necessário mudar o estilo de vida tendo um carro menor e reduzindo os jantares fora de casa ou as idas ao cinema.

É importante descobrir por onde está escapando o dinheiro. Para isso, o consumidor consciente vai precisar de disciplina. Um exemplo disso poderá ser anotar todas os gastos diários, desde as guloseimas e os cafezinhos no bar do trabalho até o pagamento do financiamento do automóvel. A partir de então, você terá a ideia de onde o dinheiro está sendo mal-empregado.

Em casa, é melhor gastar com o reparo de vazamentos do que com a conta mensal de água

Por Samantha Klein

Não perca a ExpoMoney Porto Alegre!

Na 6ª Edição, mais de 30 palestras abordarão os mais diversos temas sobre educação financeira, investimentos e mercado de ações e opções.


Renomados profissionais do mercado entre consultores, economistas e escritores, ensinam formas de organizar a vida financeira e conhecer as opções e técnicas para se tornar um investidor melhor. As palestras são organizadas níveis de conhecimento: básico, intermediário e avançado, sempre ilustradas com exemplos práticos de sucesso nas finanças pessoais.

Nesta edição, os visitantes poderão conferir palestras dos maiores especialistas do mercado:


Carlos Alberto Sardenberg (Comentarista Econômico da Globo e CBN);
Gustavo Cerbasi (Consultor Financeiro e Escritor);
Luis Carlos Ewald – o “Sr. Dinheiro” do Fantástico (Consultor Financeiro);
Augusto Sabóia (Consultor Financeiro);
Martin Iglesias (Economista e Escritor);
Jurandir Macedo (Especialista em Finanças Comportamentais);
Wagner Caetano (Analista Gráfico);
André Moraes (Analista Gráfico);
Márcia Tolotti (Psicanalista);
Fernanda Guimarães (Advogada especialista em Direito do Consumo);
Felix Garcia (Executivo da CVM)


Confira a grade completa de palestras! E inscreva-se já! Todas as palestras são GRATUITAS!

Por Equipe Diário de Consumo (fonte: www.expomoney.com.br)

Cartilha sobre Consumo Consciente é lançada pelo Procon-RS

E você também pode e deve aproveitar estes textos!
O Procon-RS, através de um projeto da Coordenadora Executiva Dra. Adriana Burger, lançou a cartilha Educação para o Consumo Consciente, que, por ter uma linguagem organizada e didática, é dirigida principalmente aos alunos do ensino fundamental.
A cartilha aborda em sete capítulos temas como direitos e responsabilidades do consumidor, necessidades básicas, vestimenta, educação do consumidor, água, compras e propaganda.
A autora da cartilha é Maria de Lourdes Coelho, que é diretora da ONG Centro de Educação e Informação do Consumidor, na qual coordena o Projeto Gente Consciente e também autora de vários livros e artigos referentes ao tema consumo consciente. As ilustrações são de Lúcia Machado da Silveira.
Aprovada a inciativa e o resultado final. Para baixar a cartilha gratuitamente, clique aqui ou visite o site do Procon RS.
Por Gabriela Maslinkiewcz