Posts

Completamos 1 Ano!

É hoje! Está quase terminando o dia, mas não poderíamos deixar de comemorar essa data. No dia primeiro de dezembro de 2010 inaugurou oficialmente o Diário de Consumo, com estante na ExpoMoney e ampla divulgação na imprensa. Foram apenas 12 meses, mas de muito movimento e retorno. Nesse período, passamos de 50 acessos por dia para não menos que 1700 visitas diárias de usuários diferentes. Sabe quantas pessoas já passaram por aqui? 338 mil 651 usuários, conferidos agora nas estatísticas do blogger, às 22:08. Nossa carta-modelo para pedido de isenção da cesta de serviços bancário já passou de 5 mil solicitações, incluindo pedidos feitos até pelos próprios gerentes de conta (dizendo que precisavam se informar sobre o “tal documento” que seus clientes tanto falavam) ou pela assessoria jurídica de algumas instituições financeiras (com pretexto de que gostariam de “analisar” para padronizar seus formulários). Vale lembrar também de outro post fenômeno de acessos, onde explicamos como conseguir emitir bilhetes com milhas da TAM. Ou ainda sobre o ferrenho debate sobre preço à vista igual no cartão de crédito. Veja nossos top five na barra lateral a sua direita.


Nosso muito obrigada à você, leitor! E parabéns a todos aqueles que lutam pela harmonização das relações de consumo!

Por Equipe Diário de Consumo

Esforço recompensado

Nosso post “Conta corrente isenta de cesta de serviços bancários existe e é lei!” já recebeu mais de 11 mil acessos específicos e, neste final de semana, completamos 1 mil envios da carta modelo (clique no link acima para o post e veja como solicitar). Basta dizer que, somente no dia 14 de janeiro, foram 1.945 visualizações devido aos inúmeros retwittes. E olha que ele ainda nem completou 2 meses de publicação e permanece entre os 5 posts mais populares.
Acompanhamos o caso do leitor Márcio Barbosa da Silva, que nos retornou informando cada passo da sua tentativa bem sucedida de isentar sua conta corrente da chamada cesta de serviços bancários. Segue abaixo imagem da especial mensagem, cuja publicação foi autorizada em 17/12/2010 pelo próprio Márcio. Esse e-mail certamente resume muitos dos retornos que recebemos. Nossa motivação somente aumenta com isso.
Clique na imagem para ampliar

Em agradecimento, o Márcio recebeu uma das nossas ecobags personalizadas. Afinal, ele já provou que sabe onde buscar informação de qualidade e agora está realmente pronto para ir às compras.

Por Gabriela Maslinkiewcz

Meu querido diário,

Hoje, dia 05 de agosto de 2010, iniciamos nosso relacionamento. E digo “nosso” porque aqui te contarei não só os meus problemas e acertos como consumidora, mas também as milhares de harmonizações de relações de consumo que soluciono nestes mais de 12 anos de consultoria, assim como algumas questões pertinentes, envolvendo os nossos leitores e as suas compras de produtos e serviços.

Nosso objetivo é provar que informação de qualidade sobre as nossas relações de consumo diárias (e, acredite, somos consumidores nas 24 horas do dia), pode fazer muita diferença na sua vida e no seu bolso.

Quer saber quem está prestando o melhor serviço de telefonia neste trimestre? Qual banco possui as melhores tarifas para empréstimo pessoal? Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) nos financiamentos de veículos pode? É verdade que podemos portabilizar dívidas diminuindo o saldo devedor sem pagar um centavo por isso? Foi mal atendido por algum lojista?

Para apimentar todas essas verdades que “eles” (os bancos e alguns outros setores e empresas) fazem questão de esconder de nós, clientes, terá muita gente boa envolvida nessas confissões.

A advogada MARCELA SAVONITTI é uma delas. Adoro o jeito como ela escreve, pois, além do português preciso, tem muito know-how para desenvolver o assunto. Basta dizer que atende diretamente os 68 PROCONs Municipais do Rio Grande do Sul, intermediando conflitos de Direito de Consumo entre clientes e grandes empresas. A Marcela será nossa parceira e certamente contribuirá muito para o aumento do nosso “poder de informação”; a grande arma que utilizaremos para lutar contra os abusos aos consumidores.

E, como não poderia deixar de ser, uma jornalista está por trás desta verdadeira prestação de serviço (por que não?). Agora a SAMANTHA KLEIN colabora diretamente e nós aqui no blog então poderemos aproveitar todo o seu conhecimento adquirido nos muitos anos de produção e jornalismo dentro dos mais respeitados veículos de rádio e televisão. Assim, que tal um canal de comunicação sobre as relações de consumo através de uma visão “profissional-jornalistico-jurídica”?

É tudo isso que podemos esperar deste Diário de Consumo. Juro, sem falsa modéstia.

Por Fernanda Guimarães