Como Reduzir Gastos – Sexto Passo: FUMO

Todos sabemos os inúmeros males que o cigarro traz à saúde, que vão de problemas respiratórios ao câncer, doenças cardiovasculares e morte. Porém, os prejuízos do cigarro não afetam somente a saúde, mas também o bolso.
Segundo pesquisa inédita realizada em quatro grandes cidades brasileiras pelo International Tobacco Control (ITC) em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 16% da população adulta do país é fumante. E os gastos com cigarros podem não ultrapassar aqueles com alimentação, mas muitas vezes ganham prioridade, apertando ainda mais o orçamento.

Dos entrevistados, 60% não se importam em pagar pelas marcas mais caras, consumindo cigarros que custam acima de R$ 3,00 o maço. Sendo que quanto maior a escolaridade do indivíduo, maior o consumo de cigarros mais caros: 52% dos participantes com Pós-Graduação afirmaram consumir cigarros acima de R$ 3,00 o maço, enquanto que entre os participantes com Segundo Grau incompleto o índice é de apenas 24%.

Na comparação com os homens participantes do levantamento, foi constatado que o “bolso feminino” é mais afetado do que o masculino: enquanto 80% das fumantes disseram que ajustam o orçamento de casa para satisfazer o hábito de fumar (sempre em benefício do tabaco e não da saúde), entre eles, o índice foi de 75%.
As mulheres estão fumando mais que os homens, em maior quantidade e marcas mais caras. Sendo que oito em cada dez delas admitiram que nos últimos seis meses gastaram verba do orçamento doméstico com cigarro sabendo que ele poderia ser melhor empregado com outros gastos, como a compra de alimentos.

Abaixo algumas dicas da consultora em saúde financeira Fernanda Guimarães:

1 – Fumar para quê? Bom, é melhor nem questionar isso. A redução de despesa com este item depende muito mais de um fator emocional do que racional. Todos nós sabemos os males causados pelo tabagismo. A busca por um tratamento para largar o fumo pode ser cara em um curto prazo, mas extremamente satisfatória e compensatória para o resto de sua vida.

2 – Crie uma meta. Conte quantos cigarros são consumidos diariamente e estabeleça uma meta para você. Reduza um cigarro por dia a cada semana. Com o passar do tempo, você estará consumindo menos e seu bolso e sua saúde irão lhe agradecer com absoluta certeza.

Quem quiser calcular o quanto de dinheiro já gastou em cigarro, por ano, e o que seria possível comprar com o valor, a agência Master Comunicação criou uma tabacocalculadora. Outro site legal é o Simulador do Custo do Cigarro, que permite ao internauta fazer o cálculo de quanto vai gastar com o vício em 30 anos e quanto ganharia se este dinheiro fosse devidamente investido.

Por Gabriela Maslinkiewicz
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *