Diário de Consumo x Timeshare



Nosso blog permanece com a missão de informar e alertar nossos leitores sobre as relações de consumo mais polêmicas. Em 2014, sem dúvida, as postagens campeãs de recebimento de mensagens foram referente ao contrato chamado de Timeshare. 

Criamos um mecanismo simples de auxílio, com passo-a-passo e até um canal direto para quem quer saber mais sobre o assunto ou conversar sobre o seu contrato específico. E assim somos e acreditamos que informação de qualidade realmente faz diferença no seu bolso, seja obtendo subsídios para pedir o cancelamento do contrato, seja apenas entendendo melhor a natureza jurídica dessa compra e suas consequências legais. 

Contudo, recebemos dezenas de denúncias de leitores afirmando que uma empresa de Timeshare passou a utilizar nosso blog como fonte de subsídios para contato com compradores descontentes (ao invés de preocupar-se em mudar a postura tão reclamada e cumprir com o contrato possibilitando o uso das diárias). Colhemos dados precisos sobre os contatos indevidos, incluindo histórias inverídicas a respeito do Diário de Consumo como a de que recebemos ingressos gratuitos para Parques da Disney e outros absurdos ditos por funcionários desta empresa na tentativa de nos vincular a motivações emocionais e financeiras para nossas postagens sobre o tema.


Como claramente dissemos nas publicações e no email-padrão enviado, não incentivamos o cancelamento. Nosso objetivo é ajudar quem já optou por ele e não sabe como o fazer. A carta-modelo sugerida (válida apenas para quem está dentro dos 10 dias) foi enviada para mais de 10 mil leitores e não se trata de prejudicar a empresa de Timeshare, mas sim dar um norte àqueles consumidores que precisam dela.

Assim, informamos que todos os comentários que contém dados pessoais, como endereço de email, não serão mais publicados. Sua mensagem será lida e respondida diretamente, mas não aparecerá no site.

Para quem preferir, pedimos que as dúvidas sobre o tema Timeshare sejam enviadas diretamente para o email: fernanda@guimaraesmartins.com.br.

Abraço a todos e que 2015 seja um ano de consolidação da harmonização das relações de consumo, com votos de que as empresas preocupem-se mais em prevenir e obedecer as leis do que em abafar os erros e o uso de marketing agressivo e irresponsável.

Por Fernanda Guimarães
1 responder
  1. Anônimo
    Anônimo says:

    Fiz um empréstimo, numa cooperativa à u anos foi descontado em minha folha de pagto algumas parcelas depois perdir o contato com eles e nunca me procuram, hj minha conta foi bloquaeada judicialmente por eles isso é possível sem ter sido citada.? Disseram que um oficial de justiça esteve em minha residencia mais nunca os vi. Posso perder meu apto que é do Cdhu ainda não quitado?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *