Furto de objetos na bagagem: Só eu fui “premiada”?

Eu consegui não só ter a mala extraviada, como também, ao recebê-la quase uma semana depois, ser furtada de alguns objetos que estavam com certeza dentro desta bagagem. A empresa responsável foi a LAN, que deixou mais de 7 passageiros sem suas malas em Guarulhos, somente no meu vôo. E pior, sem qualquer retorno ou telefone de contato que efetivamente atendesse às inúmeras ligações que fiz.

Com o incidente, descobri que não estou sozinha nesta luta! São mais de 2000 malas atrasadas/extraviadas por dia somente em Guarulhos, segundo me passou pessoalmente o próprio atendente do setor. Situações de extravio, roubo e furto de objetos de dentro de bagagens são cada vez mais frequentes e, não raro, as companhias aéreas se eximem de qualquer responsabilidade sobre problemas ocorridos em bagagens despachadas. Esse fato ocorre até com as bagagens que estão devidamente lacradas e, inclusive, fechadas com cadeados e fechos sofisticados. No meu caso, era minha melhor mala (rígida) e estava devidamente fechada com o cadeado sequencial embutido.

Segundo dados recentes, a maioria dos furtos registrados este ano ocorreu em voos internacionais, mas a polícia tem dificuldade em identificar os autores por causa do volume de bagagens despachadas dos aeroportos do país. Os roubos são mais comuns nos vôos vindos de Miami, Panamá, Buenos Aires e Johannesburgo, na África do Sul. Os três primeiros são locais onde os turistas costumam rechear a mala de compras. No caso da África do Sul, o alvo são passageiros que saem de São Paulo com destino a Johannesburgo – eles levam produtos comprados no comércio popular da cidade. Eu voltava apenas de Santiago no Chile, mas o local de embarque pouco atraente não foi motivo para deixarem minha querida mala intacta.

E, pesquisando sobre o assunto, descobri que os furtos de objetos de dentro de malas são mais comuns no embarque por ser quando a mala fica mais tempo dentro do aeroporto. Em um vôo internacional, o passageiro faz o check-in cerca de 2 horas antes de entrar no avião, dando oportunidade ao funcionário que viu a mala passar pelo raios-X pode detectar a presença de algum objeto de valor e depois roubar o produto. A regra vale para qualquer aeroporto do mundo, já que o caminho da malas dificilmente muda. A bagagem passa pelas mãos do funcionário da companhia aérea, que faz o check-in na frente do cliente, e segue pela esteira. Em seguida, é transportada num carrinho até o compartimento de carga da aeronave. No desembarque, em geral, a mala não leva mais de dez minutos para chegar às mãos do passageiro, a não ser que extravie.


Nem todas as vítimas registram ocorrência, o que prejudica ainda mais a investigação. A indenização da mala do cliente é baseada em legislações vigentes, de acordo com a viagem, sendo nas domésticas o código vigente o CBA (Código Brasileiro de Aeronáutica) e nas internacionais, o que vale é a Convenção de Montreal, redigida pela Organização de Aviação Civil Internacional (Oaci) de 1999.

Sempre que há qualquer problema com bagagens, a orientação dada ao passageiro nos aeroportos é que procure primeiro a companhia aérea, que tem 30 dias para resolver o problema. Se não houver resposta satisfatória, o consumidor poderá se queixar à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), mas apenas se o caso for de extravio de bagagem ou mala danificada. Ou seja, para o furto de objetos de dentro da mala, a Anac “lava às mãoes” e resta ao consumidor os órgãos de defesa do consumidor e a Justiça. De acordo com a Anac, em 2007 foram registradas cerca de 1.600 queixas deste tipo. Quanto ao número de furtos, infelizmente, a agência não tem dados, pois, ressalva, devem ser apurados pela polícia.

Para evitar que a sua bagagem sofra algum tipo de violação que cause o furto de seus objetos pessoais, observe as seguintes dicas:

  • Guarde todas as notas das compras dos produtos de valor que foram adquiridos durante a sua viagem, pois será necessário não só inventariar os bens furtados como também atribuir valor a cada um deles. Se tiver como comprovar o que eles realmente custaram, o processo é agilizado;
  • Antes de fechar a mala, faça uma relação de todos os objetos que você está colocando em seu interior. Eu sei que isso é chato, em especial quando se tem criança, mas pode ser fundamental para você lembrar de tudo que estava na mala. Como não fiz isso, confesso que passei 2 dias anotando tudo que eu “achava” estava lá dentro, enquanto a bagagem permanecia extraviada. Ao recebê-la, com exceção dos objetos furtados, havia muito mais do que eu havia lembrado. Ou seja, se efetivamente fosse extraviada esta mala, muitos ítens passariam batidos sem sequer eu reclamar;
  • Tire uma foto de sua bagagem antes de despachá-la, a fim de demonstrar o seu estado. Aconselho a tirar uma foto dela aberta, mostrando parte do conteúdo. Depois, caso a violação tenha deixado danos, será fácil a constatação. O ideal é fazer esta foto de “fora da mala” já no aeroporto;
  • Guarde o ticket da mala despachada mesmo após o seu desembarque e saída do aeroporto. Isso é fundamental! É a única prova que o passageiro tem de que realmente despachou bagagem, quantas foram e qual seu peso;

Se constatar que a sua mala despachada foi violada ainda no aeroporto: Formalize sua reclamação na empresa aérea e na ANAC.
Caso observe a violação somente ao abri-la no seu local de destino: Faça o boletim de ocorrência (BO) na delegacia mais próxima e, da mesma forma, abra um protocolo de reclamação junto à empresa aérea.

Como proceder depois de feita a comunicação?
Tentar contato por telefone com o setor de bagagem das companhias aéreas não é tarefa fácil. Eu diria até que impossível! Por 6 dias, tentei, sem sucesso, ligar para o telefone da LAN indicado na cópia da minha reclamação. A grande maioria das empresas disponibiliza um sistema de rastreamento online, mas, para conseguir utilizá-lo, você precisará ter em mãos um cógido de 5 letras e 5 números. Então lembre-se de solicitar este código quando estiver abrindo o protocolo de reclamação, pois ele não é informado “automaticamente” como seria o mais lógico.

Mesmo que no aeroporto mais perto de sua casa não tenha loja ou posto da empresa aérea que extraviou/furtou sua bagagem, vá lá e  peça que outra companhia faça a gentileza de acessar o sistema e ver como está a situação de sua solicitação. A TAM foi sempre muito atenciosa e foi através deles que consegui obter as poucas informações sobre a minha mala.

Passados 7 dias do extravio ou constato o furto e quais são os ítens ausentes, tente fazer um acordo extrajudicial, apresentando todos os documentos que você possui. Faça por escrito e com AR (Aviso de Recebimento dos Correios). Nesta carta, dê um prazo para que lhe dêem retorno. Sugerimos de 5 a 15 dias. Descreva tudo que estava na mala e/ou os ítens furtados. Junte as Notas Fiscais e faturas de cartão de crédito que comprovem o valor dos bens.

Caso não consiga resolver o problema, recorra à Justiça requerendo reparação pelos danos materiais (objetos furtados) e morais (transtorno emocional), pois houve violação de bagagem pessoal enquanto sua mala estava sob responsabilidade da empresa aérea.

Dica: Para resguardar-se de eventuais problemas e, principalmente, da discussão sobre o que estava ou não na mala e do valor destes bens, a recomendação é de que os passageiros façam um registro dos objetos junto à empresa, antes do embarque.  Para isso, será necessário o pagamento de um “seguro”, que, dependendo dos bens, pode valer à pena.
Por Fernanda Guimarães
38 respostas
  1. Nando
    Nando says:

    Passei por um problema semelhante ao seu, voltei de uma viagem de Orlando, com 2 escalas, no dia 15 de março de 2011, e quando cheguei, recebi a notícia de que todas as malas da classe econômica(mais de 100 passageiros), não tinha chegado, apenas as bagagens da classe executiva tinha vindo… Pois então, ficou combinado que tudo seria entregue em nossas casas… Dois dias depois, das 4 malas despachadas, duas foram arrombadas e vários pertences foram roubados.. Contactei a empresa aérea e agora espero o retorno deles…

    Responder
  2. Silvia
    Silvia says:

    O problema deste processo eh que se vc for reclamar de tudo o que acontece de ma prestacao de servico e de praticas ilegais que as empresas cometem no Brasil, nao vai fazer mais nada da sua vida. Se o valor eh pequeno, soh pra ir ateh o local (pagar estacionamento etc) vai gastar muito mais. As empresas no Brasil partem do seguinte pressuposto "o que mais podemos fazer pra tirar proveito do consumidor e nos safarmos usando a propria lei?". O judiciario eh parceiro nisso. Vc se desgasta entrando com acoes que se arrastam por anos e depois o juiz diz que vc nao tem razao alguma. Eh ridiculo.

    Silvia

    Responder
  3. Anônimo
    Anônimo says:

    Retornando de Orlando no Sabado, minhas bagagens foram despachadas no aeroporto local rumo a Atlanta e São Paulo, devido a congestionamento e overbooking em Atlanta minhas malas não chegaram em São Paulo no voo DL105 previsto no domingo dia 25/06 pela manha, fui até o balcão da Delta e registrei a ocorrencia de n. GRUDL41024. Foi me explicado que as malas chegariam no próximo voo para guarulhos no domingo e que receberia em minha casa em Porto Alegre tão logo eles fossem encontradas.

    De fato ontem a tarde as 02 malas me foram entregues e apesar da estarem visualmente bem conservadas, aparentemente intactas e com cadeado, lamentavelmente uma delas foi literalmente "saqueada" e muitos pertences pessoais, principalmente presentes infantis e itens de uso feminino pertencentes a minha esposa, incluindo uma carteira de couro que continha apenas a carteira de motorista de minha esposa que por esquecimento deixou a mesma na bagagem, alguns presentes de baixo valor para familiares e filhos foram também subtraidos neste processo; Esta mala foi a única que veio com um etiqueta que passou pelo raio X e mais um aviso de inspeção do TSA.

    Sabemos que dentro de aeroportos internacionais muitas inspeções são realizadas em nome da suposta segurança, onde nossas bagagens são vasculhadas a vontade e temos que passar descalços em Raios X como se todos fossemos suspeitos. E como somos protegidos de situações como estas que acontecem diariamente em muitos aeroportos como é sabido, e estamos sujeitos a ação de pessoas sem escrúpulos e agindo de má fé, pois furtam até mesmo presentes de muito baixo valor destinados à crianças, como copos da disney e camisetas do Mickey, isto é preocupante pois agem livremente dentro dos aeroportos internacionais, aproveitando-se da fragilidade da situação, pois muitos viajantes não reclamam devido aos baixos valores dos pertences não compensando correr atrás da Justiça comum ou polícia principalmente aqui no Brasil.

    Listagem de pertences subtraídos e selecionados da minha bagagem

    1 tenis Misuno usado feminino n. 38, 2 frascos de perfumes em uso e outro embalado para presente
    1 carteira de couro Guess contendo uma carteira de motorista
    2 calças de ginastica feminina já bem usadas e uma nova, 2 Moletons GAP
    2 potes de creme Loreal Anti-Wrinkle,
    3 estojos de pó facial
    1 calça social masculina preta, já bem usada, pertencente a um dos meus trajes
    1 despertador do Mickey, 1 modelo colecionável de onibus espacial, 1 copo do Mickey, 8 camisetas Disney para presentes, 1 livro de fotos da Disney World;

    Não pelo valor perdido e transtornos que pode ser mensurado em números pequenos, mas levarei isto adiante via internet, imprensa e organismos nacionais e internacionais responsáveis, não esperando algum ressarcimento financeiro mas que os fatos sejam apurados para que os verdadeiros culpados possam ser todos apontados e punidos de forma efetiva, de forma que tenhamos segurança efetiva também para nossos pertences pessoais na aviação.

    Responder
  4. Anônimo
    Anônimo says:

    Passei por esse transtorno recentemente e entendo o sentimento de indignação, decepção e tristeza que vocês devem estar sentindo… Voltei na semana passada de uma viagem de 20 dias á Europa. Meu vôo saiu de Roma, fez escala em Madri com destino final em Guarulhos/SP. Quando desembarquei em Guarulhos percebi que minhas 2 bagagens não haviam passado na esteira. Fui informada no guichê da Ibéria que a bagagem havia sido extraviada e que as entregariam em minha residência. As bagagens chegaram 4 dias depois, estavam com cadeado, conforme eu havia deixado e com lacre. Ao abrir verifiquei que meus pertences estavam todos revirados, as embalagens de presentes rasgadas e alguns presentes fora da embalagem. Notei a falta de 1 bolsa da Gucci que comprei na Itália, 1 máquina fotográfica Canon e 3 cartões de memória com as 2500 fotos tiradas pelos 3 países que visitei…
    Como passei a noite no aeroporto, achei mais seguro guardar a máquina na mala com cadeado, mas no dia seguinte despachei a mala sem lembrar de tirar a máquina para levar na bagagem de mão. De qualquer forma, pagamos muito caro numa passagem aérea e o mínimo que devemos exigir é receber nossa bagagem no momento do desembarque com todos os nossos pertences.
    A Ibéria me informou que não se responsabiliza por objetos eletrônicos e que "esse caso é normal e corriqueiro". Não vejo nada de normal em uma empresa aérea manter bandidos em seu quadro de funcionários. Violar bagagens de passageiros e furtar objetos é crime e essas pessoas devem ser punidas, caso contrário, essa prática não terá fim, outros passageiros passarão por esse mesmo transtorno, inclusive nós mesmos em outras viagens.
    Não sei se um dia conseguirei voltar para a Europa, mas indenização alguma pagará as fotos tiradas nos momento vividos em cada país. Dessa viagem só ficou as lembranças em minha memória e o sentimento de revolta, impotência e indignação pela indiferença das empresas aéreas no tratamento deses casos.
    Estou entrando com um processo contra a Ibéria por danos materiais e morais e vou levar esse caso até o fim…
    Janini

    Responder
  5. Thiago Lopes
    Thiago Lopes says:

    Anônimo do dia 20/09, voltei no dia 22/09 e passei pelo mesmo caso que vc. Roubaram minha máquina digital que estava na minha mala entre outros pertences. Eu já fiz ocorrência policial e mandei a carta para a Iberia. Vc fez já isso tb? Qual o seu contato para trocarmos idéia sobre essa briga? Eu estou aguardando agora o retorno da Iberia e se for o caso entro com processo judicial. Abraços

    Responder
  6. Carlos
    Carlos says:

    Eu e minha esposa estávamos vindo de Miami com escala em Lima/Peru pela LAN.

    Nossas malas foram abertas e foram furtados relógios, peças de roupas, um óculos da oakley e vários perfumes além de alguns outros objetos.

    Reclamamos na companhia aérea LAN e eles informaram que iriam abrir um processo mas que a companhia não se responsabiliza por objetos relevantes como perfumes e relógios, mas apenas pelas roupas que foram roubadas.

    Pretendemos entrar na justiça e nunca mais viajar pela LAN. Uma companhia que não se responsabiliza pelos ladrões que contrata não é uma empresa séria.

    Responder
  7. Anônimo
    Anônimo says:

    Olá pessoa, já vi que tem muita gente passando por problemas com as cias aéreas! A sensação que a gente tem é que somos apenas um! Eu tive minha mala extraviada/evaporada no último dia 12/10/2011, onde embarquei com minha filha e meu netinho, saindo do Rio de Janeiro com destino Natal. Um chek in super tranquilo, fila preferencial, férias, zero estresse. Bastou chegar em Natal e o caos começou. Ficamos até o final dentro do avião esperando o carrinho, quando chegamos na esteira, já não tinha mais ninguém, qual não foi nossa surpresa, nada da mala, apenas o bebê conforto e a malinha do meu neto que foi despachada junto. A minha mala é grande, fundo preto, cheia de flores, borboletas, dentre outros desenhos hiper, super coloridos, outra dificuldade para alguém levar por engano. Sei que até agora não tenho notícias, apenas que não foi encontra. Eu entendo que uma mala extraviada que não chega ao seu dono, não evapora, então no mínimo, deve ter sido furtada. Estou fazendo um BO hoje numa delegacia de polícia, também contatei uma amiga que é procuradora da República, para analizarmos a situação com muito critério, para tentar enxergar uma brecha jurídica para acionar o MPF numa ação contra a Infraero e ANAC, órgãos que deveriam ser responsáveis pela segurança tanto aérea quanto em solo. Se alguém tiver alguma idéia que possa ajudar, manda pra mim. Não se pode mais tolerar tamanha falta de respeito com o passageiro que paga caro para voar dentro do Brasil. Fiquei boquiaberta com os relatos de vôos no exterior, não sei, mas tenho a impressão que tudo acontece no Brasil. Abraço! Ass.: Maggie

    Responder
  8. Anônimo
    Anônimo says:

    boa tarde minha mala foi extraviada dia 18/11/11 em guarulhos pela gol, vim de miami escala no peru, nao aconteceu nada , para acontecer neste país que nao tem lei que fica por isso mesmo faz dez dias hoje e nada da minha mala.

    Responder
  9. Anônimo
    Anônimo says:

    Minha irmão e o meu cunhado que residem no Reino Unido vieram passear no Brasil.
    Compraram muitas pequenas lembranças, camisetas, artesanato etc.
    Embarcaram em Campo Grande pela Gol, onde no check in a atendente disse que a companhia tinha convênio com a British Airway e que as bagagens seria automaticamente encaminhadas para o voo internacional rumo a Londres.
    Eles chegaram em Londres sem as bagagens, que estariam retidas no Rio.
    Mas somente depois de muita reclamação conseguiram receber as mesmas, depois de vários dias, e mesmo assim por intervenção da companhia inglesa.
    As suas bagagens foram todas violadas, vários objetos subtraídos, inclusive foi esquecido dentre de uma das malas um estranho chaveiro com algumas chaves.
    Minha irmão registrou a ocorrência.
    Tentei ligar para o setor de bagagens extraviadas no Rio, para um numero oferecido pela própria Gol, mas é impossível ser atendido.

    Responder
  10. Anônimo
    Anônimo says:

    Nossa!!! Imaginem o vexame q vai ser a Copa… Será q eh muito difícil colocar câmeras filmando o tratamento que as malas recebem pelos funcionários nos aeroportos? A gente só tem obrigação de pagar passagem, imposto, tarifa e direito a nada…

    Responder
  11. Fernanda
    Fernanda says:

    Thiago e Fernanda!!
    Hoje passei pelo mesmo constrangimento que pela empresa Ibéria, estou revoltada me sentindo impotente, chegamos de viagem na segunda-feira 02/01 de Barcelona com escala em Madri e quando chegamos a Guarulhos parte das malas foram extraviadas, hoje às 6:00 hs da manhã recebo as malas com os cadeados abertos, lacres violados e, quando abro a surpresa roubaram relógios e máquina fotográfica passei a tarde tentando buscar uma solução mas, sem sucesso!!!
    Thiago e Fernanda, por favor, poderíamos conversar por e-mail para me dar uma ajuda?

    Responder
  12. Marcia
    Marcia says:

    Realmente um absurdo. Cheguei de Miami dia 23/01/12 pela cia TACA AIRLINES, e tive minha mala extraviada sabe lá para onde. Até o momento não foi encontrada, o que frustrou nossa viagem de férias. A TACA não tem ideia de onde possa estar…Que irresponsabilidade…. Foi minha primeira viagem e última com esta Cia. Conhecem alguma empresa que possa ser de ajuda para a solução desses casos?

    Responder
  13. Anônimo
    Anônimo says:

    Viajei pela Aerolíneas Argentinas para Buenos Aires, fazendo escala em São Paulo. Quando estava no vôo retornando ao Brasil, o avião atrasou 1h30 para sair (com todos os passageiros já embarcados) e quando chegamos em São Paulo faltava apenas uma hora para pegarmos nossa conexão para Belo Horizonte. Daí informamos a Aerolíneas, pedimos para que subissem com as malas para o nosso vôo da Gol mas eles nos informaram que não era possível, e que nos ligariam no dia seguinte para nos enviar a bagagem em outro vôo de outra companhia. Telefonei hoje e eles me infomaram que me enviariam num vôo da TAM na parte da tarde. Quando cheguei em casa e abri a mala (não pude buscá-la pessoalmente no aeroporto) vi que minhas coisas foram reviradas e vários objetos haviam desaparecido. Um vestido novinho, um shampoo, protetor solar, pincéis de maquiagem, maquiagem usada, uma caixa de alfajor, e meu vidro de perfume usado. A pessoa que revirou minhas coisas nem se deu ao trabalho de levar as sacolas onde estavam as coisas recém-compradas. E ainda por cima deixaram na minha mala uma camisa que minha amiga havia comprado para presentear (ou seja, não souberam nem recolocar as coisas em suas respectivas malas). Na bagagem da minha amiga também desapareceram maquiagens recém-compradas e usadas, uma bolsa Lacoste entre outras coisas.
    Enviei um e-mail para a Aerolíneas informando que vou entrar com uma ação judicial.
    A todos que passaram por essa situação gostaria de dizer que sinto muitíssimo, pois é um incômodo extremo, me sinto violada, minha privacidade invadida por uma pessoa mesquinha e ladra. Desejo a todos boa sorte para resolverem suas respectivas situações.

    Responder
  14. Anônimo
    Anônimo says:

    Fernanda, tive um problema com minha mala de onde subtraíram meus relógios que estavam dentro. Estou tentando resolver com a Azul mas eles não me dão retorno. Será que vc poderia me orientar o que vc fez? Só pra eu ter um rumo pra seguir pois estou perdida, sem saber o que faco . Meu email é lulibanio[at]yahoo.com.br.

    Responder
  15. Augusto
    Augusto says:

    No dia 06/02 embarquei em São Paulo (Brasil) com destino a Cancun (México). Entretanto ao procurar por minha mala na Cidade do México (México) constatei que a mesma havia sido extraviada. Registrei a reclamação junto a um funcionário da —-LAN Chile—- o qual registrou o conteúdo que naquele momento eu lembrava estar na mala e me deu uma ajuda de custo para o primeiro dia de U$D 70,00 (setenta dólares americanos). O funcionário informou que no mais tardar, no dia seguinte de manhã ou até o final da tarde a mala seria entregue no hotel em que eu estava hospedado. Entretanto até as 21h a mala ainda não havia chegado e como não tinha roupas, precisei comprar roupas para a noite e para o dia seguinte, além de itens básicos e de uso pessoal, pois não sabia se a mala iria chegar.
    Após retornar ao hotel no fim do dia, aproximadamente as 00:00h, minha mala estava no hotel, porém imediatamente percebi que o peso não era o mesmo e ao abrí-la verifiquei que várias coisas haviam sido roubadas. (2 Camisas, 2 Bermudas, 1 Calça JEANS, 2 camisas polo da Brooksfield, 1 perfume quase novo 1 Million, 1 desodorante, 2 cuecas (Dá para acreditar?!), 2 Meias, 1 Tênis além de entregarem a mala em péssimo estado). Estou tomando as providências que me indicaram, mas caso não seja solucionado irei acionar a justiça no que for possível. Além dos itens roubados, tive que ficar 1 dia sem meus pertences em uma viagem que duraria somente 7 dias, fora o stress e a raiva que não dá. É UMA VERGONHA O QUE ACONTECE NOS AEROPORTOS!! COVARDIA, IRRESPONSABILIDADE E FALTA DE AUTORIDADE DOS ÓRGÃOS QUE DEVERIAM FISCALIZAR E GARANTIR A SEGURANÇA DOS PASSAGEIROS E SEUS PERTENCES!!!! Pelo volume dos fatos, deve ser muito fácil roubar nos aeroportos, ainda mais quando o dono não pode acompanhar e saber o que se passa com suas bagagens!!!

    Responder
  16. Anônimo
    Anônimo says:

    Acabo de passar pelo mesmo problema. Vim para Sidney com escala no aeroporto de Johanesburgo. Antes mesmo de embarcar muitas pessoas já haviam me dito que Johanerburgo era um problema, por isso fiquei muito atenta a tudo que coloquei na mala e ainda embalei com aquele "Protec Bag" que tem nos aeroportos. Minha mala foi extraviada, e estava adivinha onde? Johanesburgo. Três dias depois, hoje, acabo de receber minha mala sem o Protec Bag, com todas as minhas roupas simplesmentes reviradas de uma forma inimaginável, e diversos itens faltando (perfume, calça jeans…). Estou extremamente revoltada!

    Responder
  17. Augusto
    Augusto says:

    Tem que procurar um advogado ou escritório de advocacia e entrar com processo. Guardar as provas INCLUSIVE REGISTRO DO EXTRAVIO DA MALA e tomar as devidas providências. Não podemos deixar isso continuar acontecendo.

    Responder
  18. Two travelers
    Two travelers says:

    Pessoal e o que fazer quando a bagagem de mão, no meu caso uma mochila é furtada? Cheguei de viagem de San Francisco, fazendo uma conexão em Lima, no Peru para Guarulhos. Trouxe comigo uma mochila com maquina fotográfica, lentes, flash. Ao chegar na minha residencia, constatei que a camera havia sido furtada, no lugar dela, colocaram 2 garrafinhas de agua. Os únicos momentos em que a mochila não estava comigo foram durante o voo e quando cheguei no free shop, onde eles guardam naqueles carrinhos enquanto fazemos a compras. Imediatamente acionei o free shop, para verificar as câmeras de segurança, certo de que o furto teria sido ali. Hoje recebi a resposta que não houve nada por lá. Sendo assim, o furto só pode ter ocorrido durante o voo, feito pela LAN. Estou pensando em acionar judicialmente a LAN. Alem do stress, perdi quase U$2000. Alguem poderia dar alguma sugestão de como proceder??

    Responder
  19. Anônimo
    Anônimo says:

    CHOCADA!!!!! Agora a gente tem que colocar cadeado na bagagem de mão por conta de comissários ladrões!!!! Sinceramente, não voarei de LAN! QUE VERGONHA! Procure um advogado, porque a LAN sabe esxatamente quem estava escalado para voar no seu voo.

    Responder
  20. Anônimo
    Anônimo says:

    Olá caros amigos malas extraviadas,
    Passei pelo mesmo problema com a Ibéria VOO IB6025 (30/12/11) Rio x Turino (It).
    Ao desembarcar no Rio de Janeiro após passar 02 horas olhando para aquela esteira, percebi que minha mala não estava lá, fui até o balcão da Ibéria e disse que minha mala não havia chegado, o pior que o atendente já sabia que minha mala ficou em Torino, fique furiosa, pois estava cansada e perdi 02 horas aguardando a mala. Fiz tudo que precisava na hora para reclamar e com o registro, o pior estava por vir, após uma semana recebi uma ligação de um funcionário da TAM que não tinha nada a haver com o meu caso, dizendo que minha mala estava no aeroporto (REC) a minha disposição, tinha que retirar a mala naquele dia, pois a mala voltaria para IB, então tive que sair mais cedo do trabalho para retirar as malas, pois tinha uma consulta médica para aquela data (06/01/12) ás 18 horas. Achei estranho, pois em todas as ligações que fiz para IB fui bem atendida e sempre falavam algo positivo (sua mala esta chegando senhora, vamos entregar em sua residência) estavam sempre monitorando por mensagens enviadas pela IB falei até com IB em Torino (It) sendo conformada que estava tudo certo. Fui ao aeroporto receber minhas malas, que decepção! Esperei o funcionário da TAM trazer as malas, quando percebo que o protetor bag's estavam rasgados com remendos e outra mala sem a proteção, fiquei nervosa e perguntei o func. Da TAM como pode esta tudo rasgado, e o funcionário não esta senhora, esta tudo certo assina este termo que estou lhe entregando as malas, eu não queria assinar, ele disse: se não assinar não vai levar as malas, ele escreveu no termo que estava tudo certo com as malas, pedi para mudar e só assinaria após registrar que as malas foram violadas.
    O func. Disse que a TAM estava fazendo uma cortesia para IB, e não era resp. Por minha bagagem. Rodei no aeroporto para formalizar a violação da proteção, pois que dificuldade para reg. um BO, a policial na delegacia do turismo recusou a formalizar a reclamação, disse que deveria ir para casa esfriar a cabeça, abrir as malas e ver tudo que foi extraviado e voltar no dia seguinte, eu disse como assim? Aqui é uma delegacia, então quero registrar o BO, abrir as malas e percebi que fui furtada na hora não dei falta de muita coisa, pois fui aos itens que fiquei preocupada: 2 Ipoid nano t 16GB, 04 perfumes, LAP TOP, chocolates Suíços; Fiquei nervosa, perdi! Furtados da mala, o engraçado que não levaram o lapo top, era de um amigo que deu a maior sorte, a mala dele estava cheia e com a bagagem de mão lotada, pior que mulher, estava em Zurique quando ele pediu para guardar o lap topo na mimha mala.
    Fiquei 04 horas para fazer o BO que sufoco, ao chegar em casa retirei aos pouco meus pertences e vi que levaram mais do que eu percebi no aeroporto, itens: Mochila Adidas, sapato Arrezo, relógio DG, calça moletom Adidas etc…
    Fiz todos os registros: Infraero, site IB, Delegacia do turismo.
    Viajo sempre, e não lembrei a regra para despachar os itens de valor, achei que estariam seguros na mala rígida (samsonite) e com o SAF BAG.
    Tentei negociar com Ibéria, sem sucesso, ofereceram apenas R$ 1993,46, pelos itens furtados, e minha esta danificada com as marcar de violação do segredo.

    Agora tenho que pegar o relógio e IPOID que meus amigos pediram para comprar.
    Lição aprendida: Não comprar nada para os outros, antes do despachar as malas faça o declaração, tire fotos na hora do check in.
    Vou entrar com perdas e danos vara cível.
    Leiam o e-mail que recebi.
    Madri, 22 de Julho de 2012.

    Responder
  21. Anônimo
    Anônimo says:

    Olá Luli!
    Já resolveu seu problema com a Azul?
    No seu caso vc deveria registrar o BO na delegacia do aeroporto, sua mala teve marca de violação? caso sim melhor para reclamar.

    Responder
  22. Anônimo
    Anônimo says:

    Maggie, descupe, mas vc conseguiu encontrar alguma brecha para acionar o MPF e ANAC? São orgãos do governo, não entendo nada de processo, mas já ouvi que processar estes, é muito ruim, o processo rola anos.
    Postei uma reclamação em 30/07/12. Obrigada

    Responder
  23. Anônimo
    Anônimo says:

    Olá Thiago e Janini!
    Passei pelo mesmo transtorno, já enviei a carta para IB e querem pagar apenas R$ 1993,40 por furto dos pertences, postei uma reclamação no dia 30/07/12. Mônica

    Responder
  24. Unknown
    Unknown says:

    Companhia AVIANCA rouba bagagem de passageiros:
    ao embarcar em Orlando destino a Sao Paulo com escala em Bogota, tive a minha bagagem de mao retirada na porta do aviao por uma aeromoça que me informou que nao tinha mais espaços nos compartimentos de bagagem do aviao porem quando ingressei na aeronave alguns dos compartimentos estavam cheios de cobertores, ao desembarcar em Cumbica, a referida bagagem nao chegou, registrei a reclamaçao no balcao de bagagens da AVIANCA e nos dias seguintes a bagagem chegou porem ROUBARAM TUDO DE VALOR QUE TINHA NA MALA, ate mesmo peças de roupas, registrei o fato na companhia AVIANCA e inclusi na ANAC, porem ate agora NADA. Portanto CUIDADO COM ESTA AVIANCA, escala em Bogota é o barato que sai CARO.

    Responder
  25. Giovani
    Giovani says:

    Fiz uma viagem para Miami, onde é muito normal que se compre bastante pelo baixo preço dos produtos. No dia do embarque para Manaus a segurança do aeroporto passou minhas malas pelo raio-x e logo percebi que haviam funcionários observando junto com os policiais o que havia em minha mala, mas no momento não me preocupei, pois havia colocado cadeados e a chamada protect bag, e assim embarquei no avião. Logo que cheguei em Manaus, percebi que a minha bagagem havia sido violada, a safe bag estava remendada e o cadeado violado, foi então que mesmo no aeroporto abri minha mala, e percebi quem haviam roubado tudo de valor. Entre os items haviam: iPod Touch 32 gb, Headphone Monster Beats Solo HD, MacBook Air, roupas de marca: Ambercrombie, Hollister, Aeropostale; Entre outros. Mas logo me lembrei de funcionários ainda em Miami que estavam observando minha bagagem sendo revistada pelos responsáveis pela segurança do aeroporto. E logo percebi que não haveria muito o que fazer, pois aquilo havia acontecido no embarque em Miami, e que para tomar providências eu teria de voltar lá, e TALVEZ CONSEGUIR ALGUMA RESPOSTA DA COMPANHIA E DO AEROPORTO, E COM MUITA SORTE, SERIA INDENIZADO, mas preferi não correr mais um risco de chegar lá e ouvir um "Sorry sir, but are not responsible for electronic items that may be carried in your luggage" O que seria um tanto absurdo, pois a companhia responsável pelo vôo e pela bagagem, deveria fazer no mínimo pagar o prejuízo dos contratantes do seus serviços. Conclusão: Os aeroportos de todo o mundo, principalmente o de Miami se aproveitam da "não responsabilidade" da compania para se beneficiarem agindo de má fé, tais como furto e extravio de bagagem, e as pessoas prejudicadas acabam desistindo de tomar providências à respeito dos danos morais e materiais sofridos pelo fato da própria lei contribuir com esses tipos de acontecidos. Portanto, aos viajantes que planejam viajar para Miami ou outros lugares, tragam sempre os item de valor, principalmente eltrônicos, consigo em uma mochila como bagagem de mão, pois só assim a sua bagagem corre menos risco de ser furtada, por "funcionários". Espero ter ajudado com a minha péssima experiência, pessoas que futuramente possam vir a serem prejudicadas pela mesma causa. Abraços e tomem cautela com esses pilantras que estão soltos por aí.

    Responder
  26. Anônimo
    Anônimo says:

    Pessoal, somente para que saibam! Dia 27/08 fui a uma audiência de conciliação e conseguimos entrar em acordo. O valor foi menor do que esperava, até pelos honorários advocatícios que tenho que pagar, mas mesmo assim, fiquei satisfeito. Melhor do que aguardar pela audiência e decisão do juiz. Boa sorte a todos.

    Responder
  27. Anônimo
    Anônimo says:

    Fiz uma viagem pela Taca com saída do Rio de Janeiro destino Peru(Lima) no dia 30 de dezembro de dois mil e doze ,onde na ida ocorreu tudo dentro dos conformes atendimento ok,vôo tranquilo porém na volta o super aeroporto Jorge Chavéz que todos falam que é de ultima tecnologia não tem um pessoa que fale português então torna-se um caos,na hora de passarmos a bagagem de mão eles simplesmente reviraram a minha mala inteira e o pior absurdo que produtos de uso pessoal como desodorante,creme para o corpo,shampoo e condicionador eu não pude levar tive que descartar sem ao menos ter a possibilidade de me explicar pois a dificuldade de entendimento era de ambos,quando achei que acaba por ai estávamos com muita fome e fui informada que havia uma praça de alimentação ao qual poderíamos se dirigir para poder levar algum lanche para viajem já que ainda tenhamos que passar pela imigração que é um saco com filas enormes,junto com meus cremes,shampoo e etc,também teve que ficar todos os refrigerantes pois o aeroporto não permite entrar com refrigerante no saguão um verdadeiro absurdo,ao final quando entramos na sala de espera um enorme mercado caro demais onde ali se você quiser pode comprar ali e beber na sala de espera é tudo uma grande jogada para te obrigar a comprar naquele absurdo de mercado.No final assim que chegamos ao galeão e fomos ver as bagagens as malas estavam mexidas e ainda por cima roubaram jóias que estavam em uma das malas.Estou completamente indignada com um serviço da Infraero que é responsável por fiscalizar o aeroporto e com a taca por não se responsabilizar pela integridade das bagagens de seus passageiros,e o aeroporto de lima pelo péssimo atendimento,e políticas internas que só servem para tirar os outros de otário e de certa forma também o que botamos para descartar eles vão e pegam para eles um ato super errôneo e inaceitável.

    Responder
  28. cibeli
    cibeli says:

    Boa noite, acaba de acontecer o mesmo comigo, quando cheguei em Miami nada das minhas malas, desculpe perguntar, mas como vc procedeu??? Eles te pagaram alguma indenizacao???

    Responder
  29. Anônimo
    Anônimo says:

    Olá! li o seu caso no blog diariodeconsumo e fiquei curiosa em saber o desenrolar da sua história. Uma bagagem minha foi extraviada pela Ibéria e ao que tudo indica não vão encontrar mesmo. Você obteve sucesso no processo de perdas e danos?

    Responder
  30. Unknown
    Unknown says:

    GOSTARIA DE SABER O PROCEDIMENTO, ACONTECEU O MESMO COM MINHA MAE, MALA LACRADA E PERTENCES ROUBADOS, INCLUSIVE O LADRÃO É BURRO, PEGA SÓ UM PAR DE TENIS, E UM PAR DE SANDALIA, DEIXA O OUTRO NA MALA.

    Responder
  31. Anônimo
    Anônimo says:

    Mais um… Voei pela British Airways e tive minha mala desviada da Coréia do Sul para o JFK, sendo que a escala foi em Londres e o destino final GRU.

    Demoraram 3 dias para encontrar e devolver a mala. Recebi a mala sem cadeado, danificada e faltando os seguintes items: 3 lentes Nikon, um flash Nikon, 1 sistema de GPS Nikon, case, pequenos acessórios, 3 camisas, perfume e 12 lâminas de barbear. Prejuízo de mais de US$ 6500 dolares em preços atualizados.

    Curiosamente, ao registrar que a mala não havia chegado, informei na British os itens que haviam dentro da mala… coincidência ou não, foram os mesmos que sumiram. Quem pegou, sabia exatamente o que estava procurando.

    Agora vamos ver quando e quanto vou receber de reembolso da British…

    Responder
  32. Unknown
    Unknown says:

    Engracado… acabei de receber minha mala que tinha sido extraviada pela IBERIA tambem. Meu roubaram um objeto: um barbeador que havia acabado de comprar. Liguei para eles e me informaram que tenho que fazer um boletim de ocorrencia e uma par de documentacao, preparada. Considerando que nao tenho nota fiscal do produto, pois deixei a mesma no Reino Unido, a atendente falou que eu preciso comprar o mesmo produto no Brasil e pedir para me resarcirem. Como a Taina mesma perguntou, qual o procedimento? Alias, Iberia NUNCA MAIS.

    Responder
  33. Unknown
    Unknown says:

    Fiz uma viagem super recente, no dia 13/05/2014 São Paulo -Miami com uma conexão Miami – Nassau, na hora do embarque, já na pista e na escada do avião o funcionário da American Eagle pediu as bagagens de mão ( NUNCA VI ISSO recolher as bagagens de mão quando elas estão dentro das especificações das dimensões da Cia. Aérea ) entregamos as bagagens e o funcionário não deu maiores informações sobre o destino ou motivo daquele procedimento, quando o avião decolou percebemos que as mesmas não estavam nem dentro do avião, acomodadas na cabine, após 50 minutos de voo ao descermos do avião e recebermos as bagagens de mão ainda na pista também, percebemos que a malas haviam sido mexidas, nós foi roubado mais de U$5.600 em dinheiro, notas de U$100 entramos em desespero,mera o primeiro dia de nossa viagem, procuramos a picai do aeroporto na hora e o agente nos levou até o balcão da. Cia. Que apenas registrou a ocorrência. Em contato com a American Airlines por diversas vezes ( no retorno de Nassau, no aeroporto de Miami e em Guarulhos ) eles se isentaram TOTALMENTE da responsabilidade. Agora vamos acionar a justiça por danos materiais e morais já que passamos por diversas situações constrangedoras por causa deste furto.

    Responder
  34. Juliano
    Juliano says:

    Mais um – Pela segunda vez em 6 meses tive minha bagagem roubada dentro do aeroporto. Após fazer o check-in as 16h30 para voo as 19h00 para Nice pela Lufthansa (LH505) ontem, dia 02/02/2015. Cheguei a Nice no outro dia e notei que o cadeado havia sido arrombado e foram roubados diversos itens. As quadrilhas continuam soltas no aeroporto e ninguém toma providencia. Desta vez estou fazendo reclamação na imprensa diretamente pois não é possível a desorganização deste aeroporto. Da outra vez ocorreu o mesmo com voo da Qatar Airlines. Gostaria de solicitar a restituição dos valores pagos. Fiz boletim de ocorrência na Franca e reclamação direta na companhia tambem. AO chegar de volta ao Brasil farei o mesmo na PF.

    A ouvidoria do aeroporto é despreparada e nao ajuda em nada.

    Responder
  35. Tse
    Tse says:

    Pessoal,

    Tive uma 1 objeto furtado da minha bagagem do voo da LAN de Santiago para São Paulo, como minha mala tem proteção TSA não desconfiei na hora da chegada da bagagem, apenas na minha residencia. Como devo agir ?

    muito obrigado !

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *